Livraria familiar prospera diante da Pandemia Global de Coronavírus (COVID-19)

“Que bom que vocês reabriram a livraria!”, disse uma mulher super feliz ao entrar na livraria italiana.

A Libreria Lauri, uma livraria localizada na Via dei Faggi, Itália, tem suas raízes transmitidas através de três gerações da mesma família em mais de 55 anos. A loja havia sido fechada devido à pandemia de coronavírus, o que foi doloroso para os clientes que contavam com ela para buscar notícias, entretenimento e um lugar para trocar histórias e ideias.  Ao reabrir a loja em abril, as proprietárias foram calorosamente recebidas pela comunidade. 

A livraria começou como o sonho de um trabalhador de armazém que economizou cada centavo até ter dinheiro suficiente para abrir uma pequena loja de varejo. Quando o comércio de livro decolou, a Libreria Lauri foi transferida para um espaço muito maior, onde se encontra até hoje. A Libreria Lauri pertence a Anna di Marco, filha do primeiro proprietário, Anna administra a livraria com a ajuda da filha Luana.

As livrarias independentes já passavam por dificuldades mesmo antes da pandemia. No passado, elas eram consideradas um lugar onde a comunidade podia se reunir, recomendar livros, conversar e talvez encontrar a próxima história favorita. Mas, como o fechamento causado pela pandemia e o comércio eletrônico em larga escala foram um entrave para esse modelo de negócio presencial. Luana comenta: “As pessoas não param mais para conversar como faziam antes da pandemia. Agora elas perguntam quantas pessoas há na loja antes de entrar porque têm medo de lugares cheios.” 

Por sorte, Luana não é apenas uma amante de livros. Ela também é uma ávida compradora no aplicativo Wish. Um dia, no ano passado, ela notou que um item cobiçado estava disponível localmente através do recurso Pickup Agora do Wish. Rapidamente, ela comprou esse item e correu até a tabacaria do bairro para retirar seu pedido, que estava pronto em 5 minutos. Luana diz: “Perguntei ao dono da tabacaria como ele havia acessado o programa. Ele foi muito gentil e me explicou tudo. Ao chegar em casa, eu me inscrevi imediatamente!” E foi assim que a Libreria Lauri entrou para a família Wish Local. 

Antes da pandemia, a livraria usufruía do Wish Local e do grande tráfego de clientes do Wish. Luana afirma: “Começamos a receber pedidos para retirada e nunca mais paramos. Depois de alguns meses, o programa Enviar para Loja passou a ser a nossa fortuna. Em menos de um ano fizemos mais de 2.000 retiradas.” Ela estima que 30% dos compradores do Wish acabam comprando livros quando vão retirar seus pacotes. 

Apesar dos desafios, a família di Marco está decidida a reinventar seu negócio para se adequar às mudanças no cenário econômico. Ao se unir ao Wish Local, a Libreria Lauri coloca seus produtos em destaque para uma rede maior de clientes locais, além de digitalizar seu negócio de varejo. A loja está começando a experimentar a venda de produtos online com o programa Venda na Wish para atender aos clientes que ainda estão com medo de comprar presencialmente devido à pandemia. “Fiz upload de nove novos SKUs esta manhã”, Luana se vangloria.

A Libreria Lauri veio para ficar porque nenhuma pandemia ou experiência online será capaz de destruir a magia de uma livraria de varejo. Luana diz mais: “Ler, desenhar e colorir é o que as crianças podem fazer para imaginar um mundo melhor… e nós podemos proporcionar sonhos a elas. Em cada livro há um sonho a ser vivido.”